Crise 2.0: Diário Dois Ponto Zero

 

 

 

“Não existe crise permanente do capital, o que existe são crises periódicas em permanência”

(O Capital – Marx)


A série Crise 2.0 pode ser lida de forma autônoma, sem se preocupar em sequência ou se perdeu qualquer post, até porque tenho tido muitos assuntos e escrevo quase que diariamente sobre ele, “escrevendo pelo cotovelos”, mas como alguns amigos ficam insistindo em dar uma forma de “livro” resolvi fazer um roteiro, quase lógico de temas e subtemas subjacentes à questão da Crise.

Óbvio que fiquei envaidecidos com os pedidos e elogios, mas não tenho energia e nem tenho tanta certeza de um dia alguém se interessará por este roteiro, mas atendendo em particular: Marinilda( a mais assídua e presente neste blog), Silas, que desde o começo fala em livro. Ao belo e emocionante email do Luis felipe(Lufeba), a Vera Pereira( que garantiu que comprará um exemplar). Ao José de Abreu e ao Beto Mafra que também acham que pode virar livro, “capa dura”, segue abaixo o que consegui apurar neste 5 meses.

 

 

I – Gênese e Saída da Crise 2.0

 

  1. Crise 2.0: Marx e a Crise
  2. Crise 2.0: Quando surge a Crise?
  3. Crise 2. 0: A “Nuvem” Financeira
  4. Crise 2.0: Uma reflexão necessária;
  5. Crise Mundial e Mundo Novo ;
  6. Crise 2.0: Cronologia do Crime
  7. Crise 2.0: O tamanho do Rombo
  8. Crise 2.0: Um novo desenho econômico
  9. Crise 2.0: um novo ciclo se abre?
  10. Crise 2.0: O Fim da Crise?
  11. Crise 2.0: EUA saíram da crise?
  12. Crise 2. 0: Europa é Alemã!
  13. Crise 2.0: Europa é Alemã II
  14. Crise 2.0: Europa é Alemã III

 

 

II –  A Crise 2.0 é no Centro do Capital – Zona do Euro e EUA

 

  1. Crise Mundial 2.0 (2008-2011);
  2. Crise 2. 0 – Desdobramentos;
  3. Crise 2.0: Um fantasma ronda a Europa – Dissolução do Euro;
  4. Crise 2.0: de Maastrich a Bruxelas;
  5. Crise 2. 0: (des)União Europeia;
  6. Crise 2.0: Estados Unidos da Europa;
  7. Crise 2.0: A queda da Zona do Euro;
  8. Crise 2. 0: A decadência sem Elegância;
  9. Crise 2.0: Há saída para a UE?;
  10. Crise 2.0: Abraço de afogados;
  11. Crise 2.0: “Refundar”a Europa;
  12. Crise 2.0: A ruptura do Bloco Europeu;
  13. Crise 2.0: De onde menos se espera,nada vem;
  14. Crise 2.0: Europa – uma nova fase de incertezas;
  15. Crise 2.0: Merkel, a dona da Bola

 

III – Os PIIGS (Portugual, Irlanda, Itália, Grécia e eSpanha)

 

  1. Crise 2. 0 – Itália um case de insucesso;
  2. Crise 2.0:Itália – O epicentro da Crise;
  3. Crise 2. 0: Presente Grego;
  4. Crise 2.0:Heroico Povo Grego;
  5. Crise 2.0: Direita,Volver!!;
  6. Crise 2.0:”ambiciosas e surpreendentes”;
  7. Crise 2.0: Sem Rumos;
  8. Crise 2.0: Privatizadores, agora privatizados;
  9. Crise 2.0: A desarmada espanhola
  10. Crise 2.0: A Nova Tragédia Grega
  11. Crise 2.0: Grécia – a 70% de desconto
  12. Crise 2.0: Efeito Dominó – Grécia, Portugal…de novo

 

IV – Democracia, Soberania e Ideologias

  1. Crise 2. 0: Crise Terminal?;
  2. Crise 2. 0: A questão Ideológica;
  3. Crise 2.0: O Estado para nos salvar
  4. Crise 2.0: Capitalis
    mo vs. Democracia
    ;
  5. Crise 2.0:Lendas do Fracasso(Paul krugman);
  6. Crise 2.0 -Soluções e “Humor”;
  7. Crise 2.0: Fim da Democracia?;
  8. Crise 2.0: Depressão e Democracia?
  9. Crise 2.0: A baixa Soberania;
  10. Crise 2.0: Notas de um Jantar
  11. Crise 2.0: Os Sátrapas
  12. Crise 2.0: A Ressaca Britânica
  13. Crise 2.0: Europa sob jugo alemão

 

V – A Resistência de Classe

  1. Crise 2. 0: A Resistência é possível?;
  2. Crise 2.0: “Escravos” modernos?;
  3. Crise 2.0: Desemprego, Juventude e Rebelião;

 

VI – As incestuosas relações de Governos e Grande Capital

  1. Crise 2.0: os novos vassalos;
  2. Crise 2.0: Lágrimas de crocodilo;
  3. Crise 2.0: O Paraíso Perdido;
  4. Crise 2.0: Atores e seus roteiros limitados;
  5. Crise 2.0: Uma realeza decadente
  6. Crise 2.0: Riscos das Agências;
  7. Crise 2.0:Ah, os banqueiros!!
  8. Crise 2.0: Mercados – o oráculo moderno
  9. Crise 2.0: Espanha e os Skrotinhos

 

 

Anúncios

8 respostas em “Crise 2.0: Diário Dois Ponto Zero

  1. Perfeito o roteiro. É o primeiro passo.Agora só faltam os pequenos detalhes: continuar escrevendo a série, revisão, arrumar editor, publicar, divulgar, comparecer a entrevistas, atender a pedidos de palestras, …

  2. Excelente. Não sei se precisamos de um livro em papel, capa dura, etc…mas é legal ter esse roteiro para indicar a outras pessoas que não tiveram a oportunidade de acompanhar. E também para a gente q acompanhou e agora pode reler com outros olhos. Parabéns!
    Se rolar o livro em papel, vou comprar mas quero autografado!

  3. Cara, muito bom, perco alguns, não entendo outros devido não ser conhecedor da historia, mas entendo o que acontece nos negócios, em especial o meu e com isso aprendo e me preparo melhor com seus textos.

    PARABÉNS, sim comprarei um EXEMPLAR, prometo que não farei download da rede..rsrsrs

  4. Pingback: Crise 2.0: “Sofrer sem ganhar” | Arnobio Rocha – Política, Economia e Cultura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s