Nossos Segredos

 

Um ótimo fim de semana, sem dúvida, passear sem compromisso e admirar minhas pequenas, sentir que elas estão crescendo, compartilhar ideias e dúvidas, ouvir suas coisas e reclames. Tudo isto enriquece e me ajuda a esquecer, em parte, por tudo aquilo que estamos vivendo, superando e renascendo dia a dia. A beleza do lugar, o clima, a companhia, tudo conspirando para que o momento fosse melhor ainda.

 

Muitas vezes compartilhamos filmes, músicas, entrar no mundo delas é um desafio, não ser apenas o “pai legal”, mas fundamentalmente entender as demandas e conviver de forma mais harmoniosa, mas nem sempre é simples, a distância de idade e de momentos são bem diferentes. Claro, que elas também não estão muito interessadas que eu seja assim tão “próximo”, então tenho que me afastar e que elas cresçam por si e possam descobrir as coisas naturalmente.

 

 

 

Mas não tem jeito, muitas vezes perco a paciência, o humor, mas jamais deixo de ver minhas duas figurinhas como uma poesia, a beleza singular de cada uma, as diferenças – tanto de gênio, como de comportamento. Incrivelmente diferentes e complementares, as nossas cargas genéticas ali divididas, uma porção em uma  e na outra. As identidades e afinidades sobre temas, como cada uma se aproxima e se afasta. Mas, o principal, um amor intenso e terno.

 

Nem sempre expresso, ou consigo falar,  exatamente o que penso sobre elas, o cuidado de dizer as coisas, para que cada uma saiba o quanto sentimos por ela, sem ser menos importante que a outra, que são amores e formas de amar diferentes, mas não desiguais. Um elogio a uma, não significa um demérito para outra, é um equilíbrio de forças e de sutilizas que buscamos, risos, até nas fotos que ilustram o post.

 

 

Anúncios

6 respostas em “Nossos Segredos

  1. São lindas! E o grande segredo dessa história é aprender a renovar-se com os filhos, isso quebra a hierarquia e rigidez dos papéis e vira compartilhamento de experiências. Só assim se constrói a verdadeira harmonia. Funciona, amigo, comigo foi/é assim.
    Beijão pr’ocês.

  2. Caro novo amigo , tem coisa mais linda do que olhar os filhos e constatar que ali está sua herança?… Que uma parte de você construiu cada pedaço daquele ser, que agora vive e cresce independente ? É fantástico e assustador por vezes… E logo os papéis se invertem. Não somos mais os que cobramos, mas somos cobrados…”Com quem está namorando,mamãe? ” Porque ontem chegou tão tarde?” ” Onde estava que o celular ficou desligado? ” rsrsrsr Eu me divirto e acho tudo muito lindo… E quando vierem os netos ? Se prepare.. E como ver o replay de sua maternidade/paternidade…Em muitos momentos,olho para trás e me pergunto : fui eu mesma que vivi tudo isso..rsrs Adorei ler seus “segredos” ! Abração e parabéns pelas princesas são lindas!

  3. Aproveite esses momentos. Logo elas crescem e tudo passa. Me lembro quando meu filho, então com 15 anos me chamava para ir ao cinema com ele, íamos sempre, todos os fins de semana, às vezes ao teatro… Saíamos de mãos dadas, tal qual dois namorados. Agora, com 27 anos, não vamos mais ao cinema, não nos damos mais as mãos não saímos para comprar roupas etc. Ele se casará mês que vem enem mora mais no Brasil. Portanto, curta enquanto é tempo.

  4. Nossa, que lindo Arnobio! Que sensibilidade! Como é gostoso expressar o que sentimos por esses pequenos não é? Aproveite! Parabens pelo texto e por sua familia linda! Abraços
    @mariluizavieira

  5. Pingback: A Força da Cura | Arnobio Rocha – Política, Economia e Cultura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s